Sexta-feira, 16 de Setembro de 2005

CRÓNICA DE UMA CAMPANHA ÁRIDA E TRISTE

cacto.jpg


O Soares está um bocado fora de prazo, tem horror à leitura fastidiosa dos dossiês e adormece facilmente nas cerimónias oficiais. Será que não há cadeiras na sua Fundação onde ele possa dormir descansado e esquecer as veleidades de ir em busca do tempo perdido? Até pode ser que obtenha o perdão do poeta Alegre que, de braços abertos, lhe devolverá a sua amizade naquele estilo grandiloquente e altissonante que todos lhe conhecemos:

" Vem a meus braços amigo
A porca da política nos separou
Voltemos ao tempo antigo
Que se lixe o Presidente e quem o apoiou "

O Cavaco tem má dicção e uma cor macilenta o que numa democracia já de si bastante debilitada não ajuda muito e até pode contribuir para aumentar o estado depressivo da Nação. Melhor será que vá repousar para a sua vivenda Mariani para ver se adquire um ar mais saudável. Depois há aquela história chata do tabu que anda a deixar os portugueses baralhados. Até já a sua Maria aparece nos telejornais, com um sorriso matreiro, respondendo aos jornalistas: " Faça ele o que fizer, tem sempre o apoio da família e é tudo! ". Com este fim de frase "e é tudo!" pôs termo à conversa e os jornalistas nem se atreveram a replicar. Lá está o tabu a funcionar.E depois aquele vestido cor de lagosta suada que a senhora envergava!!! No entanto, isso ainda teria solução, contratava-se a Lili Caneças para lhe cuidar da imagem.

O Jerónimo, coitado, foi apanhado pela máquina do tempo e ficou encalhado na revolução bolchevique de 1917. Ainda por cima fala dele próprio como o " camarada Jerónimo de Sousa " o que me leva a crer que o homem não sabe bem em que fuso horário é que se encontra. É compreensível. Estas andanças do presente para o passado e vice-versa, sem avistar futuro, dão volta ao miolo de qualquer um.

O Louçã é como aquelas maçãs muito lustrosas que enxameiam nos Intermarchés e Ecomarchés e que não nos atrevemos a trincar sem primeiro lhes tirar a casca com receio de qualquer produto nocivo com que as tenham encerado. Qual será o seu papel? Há quem pense que é a lebre - corre, corre, estoira os outros e depois desiste. Talvez não seja bem uma lebre, será mais um coelho em busca da cenoura na horta do vizinho.

Realmente, o panorama não é famoso. Enquanto meditava na triste sorte de quem não tem matéria-prima digna da cadeira de Belém, dei com o programa "Por Outro Lado" no canal 2, onde a Ana de Sousa Dias entrevistava o antigo Presidente do Brasil Fernando Henrique Cardoso. A propósito de candidatos presidenciáveis, Fernando Henrique Cardoso afirmou que no Brasil há muito por onde escolher e nomeou uns tantos Governadores estaduais, segundo as suas próprias palavras, " inteligentes e ainda jovens ", que poderão ocupar, com sucesso, o Palácio do Planalto. Aí tive uma ideia - se no Brasil há tantos, nós podemos importar um, mas ... acordei para a triste realidade - não pode, não é português. Eis que tive segunda ideia e esta foi mesmo luminosa - importa-se um desses Governadores, seja ele do Pará, do Ceará ou do Piauí, tanto faz, e vamos naturalizá-lo.
O Deco também não era português, fala com sotaque, não sabe cantar o hino e, por razões que todos conhecemos, foi naturalizado. Meus amigos não nego a importância da Selecção para a elevação da auto-estima do nosso povo, mas agora outros valores mais altos se (a)levantam, trata-se do Presidente de todos nós. Só ponho uma condição - nada de mensalões. Quando quiser fazer qualquer acordo, ele que se contente com o queijo Limiano, com o presunto de Chaves ou com o leitão da Bairrada. Há que defender o produto nacional.
publicado por mmfmatos às 12:50
link do post | comentar | favorito
|
13 comentários:
De Anónimo a 22 de Setembro de 2005 às 17:58
... a solução do nosso país está em entregar o país ao Rei de Espanha... era uma grande maldade! mas a população livravasse desta palhaçada!!
FORÇ'AÍ!
js de http://politicatsf.blogs.sapo.pt e membro do Movimento PR'ó Coiso disponivel em http://mprcoiso.blogs.sapo.pt
(já estamos à espera de novos artigos neste blog)js
(http://politicatsf.blogs.sapo.pt)
(mailto:jfsilvaousa@hotmail.com)


De Anónimo a 22 de Setembro de 2005 às 01:32
Olá, já cheguei mas ao ler o princípio do teu texto, fiquei logo com um calafrio na espinha. Por 10 dias, esqueci-me do triste panorama (pior que o da BBC quando fala da vida selvagem) politico do nosso país. Acabo de ler amanhã, quando estiver mais enquadrada. PIU!mocho
(http://barrocodomocho.blogs.sapo.pt)
(mailto:barrocodomocho@sapo.pt)


De Anónimo a 21 de Setembro de 2005 às 22:36
Já por cá tinha passado, embora com outro endereço (smiling) mas nunca é demais agradecer um comentário.
Melhor sorte para Domingo. ;-)José S.
(http://ruadobeco.blogs.sapo.pt)
(mailto:jgjs2@sapo.pt)


De Anónimo a 21 de Setembro de 2005 às 12:33
..esqueceste-te de mim.... vai ao blog da minha campanha... Movimento PR'ó Coiso em http://mprcoiso.blogs.sapo.ptCoiso
(http://mprcoiso.blogs.sapo.pt)
(mailto:mpr.coiso@sapo.pt)


De Anónimo a 20 de Setembro de 2005 às 23:14
E o problema da clonagem? Tão a ver levarmos com os clones do Soares e do Cavaco até ao final do mundo...ehe, ehe, ehe! Isto está é uma verdadeira desgraça, é o que está! Ainda bem que eu por aqui não voto senão afogava-me com o vosso cenário politico-macabrico. Rôda-se!CASTOR
(http://diquedocastor.blogs.sapo.pt)
(mailto:diquedocastor@sapo.pt)


De Anónimo a 20 de Setembro de 2005 às 13:19
Olha kida, sabes que mais!!! Manda-os comer «BOLO REI», como disse o nosso Ico e com muita razão... Jinhos fofosPerfect Woman
(http://perfectwoman.blogs.sapo.pt/)
(mailto:perfect_woman63@sapo.pt)


De Anónimo a 19 de Setembro de 2005 às 20:01
Eu também acho. O melhoe era contratar um treinador estrangeiro.Eh!Eh! :-))Piconoclasta
(http://iconoclasta.blogs.sapo.pt)
(mailto:Piconoclasta@sapo.pt)


De Anónimo a 19 de Setembro de 2005 às 03:08
Meu caro: se temos de recrutar, no Brasil; um candidato a presidente, não vale a pena perder tempo a naturalizar um brasileiro. Tragam a Fátima Felgueiras que não deve ser mais corrupta que muitos dos que se “pavoneiam” livremente por aí, alguns dos quais permitiram que fugisse. José S.
(http://smils.blogs.sapo.pt)
(mailto:smilehome@sapo.pt)


De Anónimo a 19 de Setembro de 2005 às 00:44
Olá Paciente! Agradeço desde já a visita ao meu espaço! E devo acrescentar (em relação ao excelente Post) que o panorama e conjuntura política que se nos afigura para as Presidênciais é deveras deprimente, num País já de si por natureza deprimido, resignado ao seu "fado"! Gostei do toque irónico introduzido com suma subtileza no Post! Abraço...Carlos. Carlos Afonso
(http://carlosacafonso.blogs.sapo.pt)
(mailto:carlosacafonso@hotmail.com)


De Anónimo a 18 de Setembro de 2005 às 22:41
Vamos fazer a escolha PERFEITA para um país Imperfeito!..........bjksintemporal
(http://intemporal.blogs.sapo.pt)
(mailto:Intemporal@sapo.pt)


Comentar post

.Leva-me contigo que eu trato-te da saúde

">

.posts recentes

. QUEM DISSE QUE O OUTONO E...

. SÃO ROSAS SENHOR

. É MESMO UM TRONCO DE ÁRVO...

. AS APARÊNCIAS ILUDEM

. QUE NUVEM!

. ECLIPSE DA LUA

. ECLIPSE DA LUA - HOJE

. HÁ MAR E MAR, HÁ IR E VOL...

. VISITA AO OCEANÁRIO

. AINDA A TLEBS

.arquivos

. Novembro 2008

. Fevereiro 2008

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005