Sexta-feira, 13 de Janeiro de 2006

CRÓNICA DE UMA MORTE ANUNCIADA


Tiraram-nos o galheteiro, o adereço mais tipico que ornamentava as mesas dos nossos restaurantes. Ainda não vi, mas ao que parece, foi substituído por uma daquelas embalagens incaracterísticas, hermeticamente fechadas e invioláveis. Dizem eles que é por razões de higiene e para protecção dos interesses do consumidor que, durante o reinado do galheteiro, nunca poderia ter garantias sobre a qualidade do produto que estava dentro da galheta, enquanto que agora terá direito a um rótulo no qual constarão todos os esclarecimentos sobre o conteúdo da dita embalagem. Isto é o que eles dizem, mas provoca uma certa tristeza ver partir o galheteiro, sobretudo porque deixa de haver aquele sentimento de partilha que ainda prevalecia em certos restaurantes de bairro, nos quais não havia galheteiros para todas as mesas. É isso meus amigos, acabou-se aquelo gesto de cortesia e de sã convivência quando estendíamos o braço para a mesa do lado e solicitávamos Pode passar-me o galheteiro, por favor? Em vez disso, vamos ficar embasbacados frente a um rótulo, lendo, entre duas garfadas de bacalhau com grão, que estamos consumindo azeite embalado por TAL & TAL, com um grau de acidez que não ultrapassa 0,TAL%, produto da melhor azeitona da região TAL e que, de preferência, deveremos consumir o produto antes da data TAL. Pode ser higiénico, moderno, esclarecedor e certamente estará de acordo com as normas comunitárias, mas, em todo o caso, é com alguma nostalgia que vejo partir o galheteiro.



publicado por mmfmatos às 20:59
link do post | comentar | favorito
|
9 comentários:
De Anónimo a 2 de Fevereiro de 2006 às 19:13
Pois é, Pacientinha!... Tens razão... a nostalgia de uma noite bem esgalhada com um galheteiro em cima da mesa, uma óptima pinga no copo de pé alto e uma companhia de alto gabarito... ai... ai... CHUAC! CASTOR
(http://diquedocastor.blogs.sapo.pt)
(mailto:diquedocastor@sapo.pt)


De Anónimo a 1 de Fevereiro de 2006 às 01:48
Isto "empancou, ou quê? E o telescópio está na mesma. Nem com a alegria do último fim de semana consegues "arribar" do desgosto das eleições? eheheh
Beijinho.José S.
(http://ruadobeco.blogs.sapo.pt)
(mailto:jgjs2@sapo.pt)


De Anónimo a 25 de Janeiro de 2006 às 17:39
É em nome do progresso eu vi fechar montes de lagares de azeite, porque não cumpriram as regras de higiene de C.E.E. os propriatários já eram pessoas de idade, não se estiveram para cansar a remodelar os lagares. Já não devia a haver pessoas, uma vez que antigamente nada era assim eu acho que nem tanto ao mar nem tanto a terra.
Beijinho
Aldoraaldora
(http://gatinhosvoadores.blogspot.com)
(mailto:aldoramira@sapo.pt)


De Anónimo a 18 de Janeiro de 2006 às 13:51
http://ruidoeleitoral.blogs.sapo.pt/Curioso
(http://ruidoeleitoral.blogs.sapo.pt/)
(mailto:amadoran@sapo.pt)


De Anónimo a 16 de Janeiro de 2006 às 20:41
Tanta coisa desnecessária que muda, tanta coisa bonita que se perde, tanta medida inútil que se toma que já andamos todos baralhados sem saber quando é que uma medida é tomada de consciencia documentada ou de consciencia espontanea. Por acaso, concordo com esta medida. Fazia-me alguma confusão os galheteiros passarem de mesa para mesa, serem enchidos sem se lavarem e juntarem-se ao azeite e vinagre que já lá estavam. Mas não deixas de ter razão no facto de serem peças típicas e algumas muito engraçadas que embelezavam as mesas. Estamos a normalizar tudo. Quando chegará a nossa vez de sermos normalizados?Mocho
(http://barrocodomocho.blogs.sapo.pt)
(mailto:mvilamoura@sapo.pt)


De Anónimo a 16 de Janeiro de 2006 às 16:39
Lá se foram das cozinhas as colheres de pau, quando há cozinhados que as requerem... questões de higiene, alegaram... agora lá se vão os galheteiros... normas comunitárias. E por essa Europa fora, come-se comida mediterrânea comme il faut? NÃO!!!!!! BeijoMaria Papoila
(http://apapoila.blogs.sapo.pt)
(mailto:mantosilva@sapo.pt)


De Anónimo a 16 de Janeiro de 2006 às 10:45
estamos na CEE, certo? recebemos verbas para tudo, certo? pois é assim, agora temos as regras deles também. percebo e entendo este teu comentário, mas agora ao menos sabemos o que comemos e com que temperamos a nossa comida. se pararmos de criticar tudo e olharmos as coisas de outros angulo, até que acho uma boa ideia...pelo menos o nosso azeite está protegido e poderá inclusive a ser mais divulgado lá fora...é a eterna resistencia á mudança, isso é que é. sofialisboasofialisboa
(http://sofialisboa.blogs.sapo.pt/)
(mailto:sofialisboa@hotmail.com)


De Anónimo a 15 de Janeiro de 2006 às 20:13
Acho que mais importante que a higiene são os lobbys das embalagens. Até o parvo do Guterres quis incentivar o uso de garrafas reutilizáveis. Vê se resultou?!?! Entretanto vamos ficando inundados com embalagem de tara perdida a “empanturrar” as centrais de reciclagem de lixo. Quando há, como no caso das embalagens, muito dinheiro envolvido, logo são aplicadas as normas europeias mas quando é que seremos europeus de corpo inteiro?José S.
(http://ruadobeco.blogs.sapo.pt)
(mailto:jgjs2@sapo.pt)


De Anónimo a 14 de Janeiro de 2006 às 13:44
Vamos ler, ponto e vírgula... se as letras forem tão grandes como as aquelas que que aparecem nas instruções (sei que isto tem um nome mas agora não m'alembra...) que acompanham os medicamentos tamos fritos. Só para aí um quinto da população é que deve conseguir ler e isto, se usar óculos. Ele é o galheteiro, amanhã o pimenteiro e no dia a seguir as reformas... não temos direito a nada!.. Hoje estou mesmo azeda... Bom Fim de Semana! bjo.animaleja
(http://animaleja.blogs.sapo.pt)
(mailto:animaleja@sapo.pt)


Comentar post

.Leva-me contigo que eu trato-te da saúde

">

.posts recentes

. QUEM DISSE QUE O OUTONO E...

. SÃO ROSAS SENHOR

. É MESMO UM TRONCO DE ÁRVO...

. AS APARÊNCIAS ILUDEM

. QUE NUVEM!

. ECLIPSE DA LUA

. ECLIPSE DA LUA - HOJE

. HÁ MAR E MAR, HÁ IR E VOL...

. VISITA AO OCEANÁRIO

. AINDA A TLEBS

.arquivos

. Novembro 2008

. Fevereiro 2008

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005