Quinta-feira, 29 de Setembro de 2005

DEUS CRIOU O MUNDO, MAS NÃO SABIA DE QUÍMICA




Deus criou o mundo e descansou


Depois criou o homem e descansou


Finalmente criou a mulher e nem Deus


Nem o homem descansaram mais


Está aqui a chave do mistério. O mistério da tal química e de todas aquelas substâncias com nomes esquisitos com que a nossa amiga Perfect Woman nos baratinou a cabeça no seu post do dia 27 do corrente mês.


Recuando no tempo, deparamo-nos com infelizes casais amantíssimos que, por causa da tal química se finaram tragicamente enredados em traições, guerras, ódios e desventuras: Pedro e Inês, Romeu e Julieta, Tristão e Isolda, Otelo e Desdémona, Cleópatra e Júlio César + Marco António. Tudo isto , porquê? Porque a maçã que o pobre Adão tomou das mãos da sua companheira Eva, devia estar impregnada de todas essas substâncias que a Perfect Woman teve a gentileza de nos dar a conhecer.


Deus criou a mulher, mas criou também a maçã e Ele sabia bem o resultado que isso iria ter porque Ele é perfeito, omnisciente e omnipresente; um ser assim nunca poderia ou, pelo menos, não deveria ignorar a composição do fruto que fora objecto da sua criação, nem a qualidade do barro que utilizara para modelar o seu par de cobaias humanas. Logo, era sua intenção lançar o pecado sobre o incauto casal que Ele, num aparente gesto de boa vontade, colocara no Paraíso expulsando-o logo em seguida para assim o converter na progenitura da Humanidade. E que Humanidade! Foi um gesto de pura diversão porque Ele sabia bem a asneira que isso iria dar, mas as contendas com Lúcifer não estavam resolvidas, a traição do Anjo Mau não estava esquecida e Ele resolveu pregar-lhe uma partida - povoar o mundo com muitos e variados mafarricos. Deus inventou assim a lei da concorrência e Lúcifer também nunca mais teve descanso. Tem o mundo todo às avessas e a Humanidade toda contra ele e olhem que até para um Anjo Mau deve ser extenuante ouvir há milhares de anos a mesma conversa: " Isto é obra do Diabo, o Diabo que o carregue, tem o Diabo no corpo, há horas do Diabo, são tentações do Diabo, tem pacto com o Diabo, entre os dois venha o Diabo e escolha, etc. ect. ect. ". É demais! Não há Diabo que resista a tantas imprecações.


Mas, mesmo que Deus tenha criado o mundo num acesso de mau-humor e apesar das quezílias entre Ele e o Diabo, há algo na Sua Obra ( a tal maçã carregada de dopaminas, feniletilaminas, ocitocinas, norepinefrinas e ferormónios ) que torpedeou fatalmente a mancha do pecado com que projectara estigmatizar-nos até ao dia do Juizo Final. O sentimento de vergonha que fustigou os nossos ancestrais progenitores levando-os a encobrir as "partes pecaminosas" enquanto eram escorraçados do Paraíso, metamorfoseou-se nesse sentimento glorioso e avassalador que tem alimentado a inspiração de trovadores, artistas e poetas de todos os tempos - A PAIXÃO. Quem é que nunca se sentiu, nem que fosse em sonhos, possuído por uma louca e arrebatadora paixão? E ainda que os tratados de psicologia nos digam que todo o estado de paixão é incompatível com a razão, quem é que está interessado em ser razoável quando a chama da paixão lhe inflama o corpo e lhe consome as entranhas?


Quem poderá ficar insensível a esta bela e plangente cantiga de amor?





Senhora, partem tão tristes


meus olhos por vós, meu bem


que nunca tão tristes vistes


outros nenhuns por ninguém.


Tão tristes, tão saudosos,


tão doentes da partida,


tão cansados, tão chorosos,


da morte mais desejosos


cem mil vezes que da vida.


Partem tão tristes os tristes,


tão fora de esperar bem,


que nunca tão tristes vistes


outros nenhuns por ninguém.


( CANTIGA PARTINDO-SE  de João Roiz de Castelo Branco que viveu na corte de D. João II. Poesia lírica inserta no Cancioneiro Geral  de Garcia de Resende )


 




 


 


publicado por mmfmatos às 17:29
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Anónimo a 1 de Outubro de 2005 às 11:59
A questão é que o Adão podia muito bem ter dito não à maçã... Não disse, foi guloso e lixou esta gaita toda...Bjos e Bom fim de Semana!animaleja
(http://animaleja.blogs.sapo.pt)
(mailto:animaleja@sapo.pt)


De Anónimo a 30 de Setembro de 2005 às 01:06
Perante tal confusão, em que até o próprio Deus parece ter ficado “baralhado” com a Sua criação, ainda há quem se admire com as “tácticas” dos treinadores dos três grandes? Lol :- ) Deus teria feito melhor?
Peço desculpa pela minha brincadeira mas por vezes apetece deixar de “ser razoável”, nem que seja por uns minutos.
Afinal, à luz desta nova visão, pecar não será assim um grande pecado.
José S.
(http://ruadobeco.blogs.sapo.pt)
(mailto:jgjs2@sapo.pt)


De Anónimo a 29 de Setembro de 2005 às 21:49
Estás a ver as coisas por uma prespectiva super interessante... Nunca tinha pensado nisto, nem tão pouco conhecia, parte do que aqui escreveste... Pois é mesmo miga, vivendo e aprendendo... Jinhos

Ps: Obrigada, por me teres referido no teu post, é sempre uma honra :-) Perfect Woman
(http://perfectwoman.blogs.sapo.pt/)
(mailto:perfect_woman63@sapo.pt)


Comentar post

.Leva-me contigo que eu trato-te da saúde

">

.posts recentes

. QUEM DISSE QUE O OUTONO E...

. SÃO ROSAS SENHOR

. É MESMO UM TRONCO DE ÁRVO...

. AS APARÊNCIAS ILUDEM

. QUE NUVEM!

. ECLIPSE DA LUA

. ECLIPSE DA LUA - HOJE

. HÁ MAR E MAR, HÁ IR E VOL...

. VISITA AO OCEANÁRIO

. AINDA A TLEBS

.arquivos

. Novembro 2008

. Fevereiro 2008

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005